domingo, 18 de dezembro de 2011

Passeio em São Paulo






PPS enviado por Dirce, minha psicóloga

domingo, 13 de novembro de 2011

Produzir é o melhor remédio...



domingo, 23 de outubro de 2011

Excursão para a “Pérola do Atlântico”



Chegamos por volta das 7h30 na pousada, deixamos a bagagem nos quartos e nos dirigimos para o refeitório tomar café da manhã. Depois, vestimos roupa de praia e fomos direto para o mar...  Estreei meus óculos novos, uma bonita canga e um gracioso chapéu.





Bring me Sunshine, The Jive Aces

domingo, 9 de outubro de 2011

Dieta Definitiva



domingo, 2 de outubro de 2011

A importância da família

Famìlia, Tarsila do Amaral

domingo, 11 de setembro de 2011

Ciclos de Humor

 
No intuito de avaliar a diferença entre o bom humor normal da hipomania, o site Bipolar Brasil publicou um questionário para que o portador de Bipolaridade fizesse a si mesmo. Leia a postagem na íntegra: Como diferenciar bom humor normal de hipomania?
 
Achei interessante responder e resolvi publicar aqui minhas respostas, pois tenho registrado em meu diário sobre os vários ciclos de humor que já experimentei. Relembrar deles me faz reavaliar as fases agudas e concluir que hoje estou bem melhor.
 
"Em sua experiência, que situações costumam estar associadas ao início de um episódio (hipo)maníaco?"

Às vésperas de uma viagem. Uma situação de teste. Ideia fixa em adquirir algo.

"Durante aqueles momentos , o que você pensou, sentiu ou fez?"

Ansiedade. Nervosismo. Falar sobre o assunto várias vezes. Insegurança.
 
"O que você fez quando estava no auge da mania e das quais se arrepende quando olha para trás?"

Deixar de tomar a medicação. Comer compulsivamente. Passar muitas horas fora de casa em atividades que me deixavam agitada.

"Em sua experiência, como o humor (hipo)maníaco fez você acreditar que tudo estava bem e não tinha de tomar precauções?"

 Talvez eu acreditasse que se eu ficasse dormindo até tarde pela manhã, não teria tempo para pensar nas minhas frustrações. Ou, se eu passasse o dia inteiro fora de casa, sem me preocupar com a alimentação adequada e o horário correto de tomar os remédios, não seria problema algum.

"Em que você pensa agora para não se tornar novamente uma presa da ilusão de 'ser poderosa' enquanto ainda há tempo para se manter sob controle?"

Lidar melhor com minha ansiedade e insegurança.

"Quais foram as lições importantes que você tirou de seus episódios (hipo)maníacos ?"

Importância da família na minha recuperação dos ciclos de mania. Conscientização da necessidade de medicação constante e regular. Ajuda na terapia semanal.

"Que estratégias está disposta a adotar agora para diminuir as chances de sofrer essas consequências novamente?"

Ocupar meu tempo ocioso. Estabelecer horário para levantar e dormir. Controlar a fome que me acomete, antes de me deitar. Fumar menos.

Aprecie agora a música Sem Mandamentos, de Oswaldo Montenegro!

domingo, 14 de agosto de 2011

Lembranças




domingo, 7 de agosto de 2011

Tornando a vida mais leve





Lendo os depoimentos de blogueiros que, como eu, são acometidos por esse mal, sinto-me bastante aliviada, porque percebo que tenho lidado melhor com a doença e que a medicação que venho tomando há alguns anos, e com regularidade nos últimos 18 meses, tem contribuído para que eu leve minha vida com mais leveza...
http://storage.mais.uol.com.br/embed_v2.swf?mediaId=11856314

domingo, 31 de julho de 2011

De volta pro meu aconchego...



Meu irmão veio para meu aniversário no início de julho e comemoramos com um passeio a cavalo na Fazenda Nova, com direito a almoço e tudo...



E, por fim, nesta semana no CAPS, teve uma festa em comemoração aos aniversariantes do mês de julho. Recebi muitos parabéns e comi vários pedaços de bolo... Que delícia!
Semana que vem tem mais!

“Estou de volta pro meu aconchego Trazendo na mala bastante saudade querendo um sorriso sincero, um abraço, Para aliviar meu cansaço E toda essa minha vontade...”

domingo, 1 de maio de 2011

Saindo da rotina



domingo, 24 de abril de 2011

Mais um dia, vários comprimidos